Saiba tudo sobre CFTV

Na sociedade atual, o controle é fundamental, seja para a simples verificação de fluxo, controle de setores ou para a segurança. O CFTV, ou circuito fechado de TV, se tornou fundamental e é procurado por residências e empresas de diversos nichos a fim de cessar problemas de controle. Mas você sabe como o sistema funciona? Que tipos de aparelhos existem?

Como funciona o registro das imagens e autonomia de gravação?

A gravação ocorre por meio de HDs, ou seja, os CFTVs funcionam integrados a um computador para gravar as imagens. Além disso, a autonomia depende do número de câmeras gerando imagens, taxa de frames, que é o registro de imagens em um espaço de tempo e o algoritmo de compactação de imagens que cada sistema tem. São aparelhos para diversas naturezas e formatos tais como MPEG2, MPEG4, H.264 e outros.

Conheça cada tipo de câmera

Câmeras fixas

  • Câmera Box – seu formato é similar a de uma caixa, o que garante seu nome;
    Dome – São aquelas com formato redondo na sua caixa de proteção;
  • Bullet – O formato mais comum é o cilíndrico, apesar de ter modelos quadrados. Mas além disso, elas apresentam sensor infravermelho;
  • Pinhole – São as menores câmeras, para total discrição. Para entender o tamanho, elas têm a lente do tamanho de uma cabeça de alfinete, ideal para ninguém ter ideia da presença dela;

Câmeras móveis

  • Pan-tilt – É do tipo box, para a manutenção da integridade dela. Tem movimento horizontal e perpendicular e é ideal para monitoramento de estradas. Possui lente varifocais para captar, com nitidez em movimento;
  • Speed Dome – Tem alta velocidade horizontal e um zoom de até 32x. É ideal para segurança ostensiva e que precisa de qualidade e detalhes na imagem. Sua qualidade de ajuste é fantástica, sendo os mais comuns o BLC, DNR, WDR e opções de fábrica e personalização.

Câmeras analógicas ou câmeras IP, saiba a diferença!

A grande diferença entre os dois modelos é o sinal gerado por elas. Enquanto uma tem o sinal, como o nome já diz, analógico, as câmeras IP têm o sinal digital e a possibilidade de compactação do sinal. Nas analógicas, a compactação não é possível, gerando uma imagem bruta.

Casa inteligente começa com um projeto de CFTV

Qualquer que seja a sua intenção de automação residencial, ou mesmo empresarial, o processo mais comum é pensar num sistema de CFTV. Afinal, a sua casa inteligente começa pela proteção, segurança básica para as demais situações. Comece hoje mesmo o seu projeto de CFTV com a Delmak e peça um orçamento!